Conecte-se conosco

Segurança e Turismo

“Bora” viajar com segurança! O que não deve ficar para trás?

Fique atento para levar com você o que for necessário para sua segurança. Nem tudo é obrigatório, mas fará diferença caso passe por algum transtorno durante sua viagem.

Publicado

em

Importante que todos estejam com seus documentos para viajar com segurança (Foto: Freepik)

Não há dúvidas que a busca por novas experiências, o reforço das vivências anteriores, a exploração de diferentes culturas e o desejo de curtir momentos inesquecíveis e prazerosos, são pontos fundamentais nas viagens.

Para alcançar todas essas expectativas, você deve se preparar previamente. Feito isso, adote procedimentos de segurança durante toda a viagem, até o retorno para seu local de partida.

Cerque-se de todas as informações de segurança disponíveis para que sua viagem seja um grande sucesso. Abordaremos alguns lembretes importantes para que tudo transcorra conforme o planejado.

A documentação é essencial para a segurança de todos

Estar devidamente documentado é fator primordial durante as viagens. Todos os envolvidos na experiência devem estar de posse da documentação necessária para curtir a viagem, sem restrições. Durante toda a viagem mantenha seus documentos em segurança. Esse alerta serve para os deslocamentos domésticos ou internacionais.

Tenha sua documentação acondicionada em local devidamente seguro. Durante os deslocamentos, mantenha seus documentos sempre com você. Caso contrário, muito cuidado com as malas, mochilas ou outros lugares em que pretenda realizar esse transporte.

Nas viagens internacionais esteja sempre atento ao seu passaporte, pois esse é o documento que te habilita a realizar seus trâmites em transportes, voos e demais atos. Sugere-se que seu passaporte esteja acondicionado em local seguro, tal como mantido no hotel, pois você pode usar uma cópia. Em outros momentos que estiver sendo levado, que esteja devidamente acondicionado em bolsas, bolsos internos ou naquela bolsa de cintura antifurto, a famosa “doleira”.

Um bom seguro viagem

Certamente, esse tema é recorrente em nossas conversas. Algumas pessoas dão pouca importância ao “famigerado” seguro viagem. No entanto, sua contratação pode te salvar de muitos perrengues. Além disso, diversos lugares fora do país exigem a contratação como quesito obrigatório de entrada.

Nas viagens domésticas, nas quais não há exigência do seguro, muitos turistas deixam de contratar, pensando na redução de custos. No entanto, essa economia pode trazer consequências não planejadas originariamente. Uma das questões mais verificadas é a não cobertura do plano de saúde. Certifique-se da possibilidade de utilização do seu plano fora da sua região, pois isso pode te trazer embaraços.

LEIA TAMBÉM: Apenas um terço dos viajantes brasileiros contratou seguro viagem nos último 12 meses

Nas viagens ao exterior, mesmo para aqueles locais nos quais não se exige o seguro viagem, a sugestão é a contratação. Inúmeras são as circunstâncias de benefícios e coberturas que poderão te tranquilizar e auxiliar nas suas experiências.

Na hora de escolher um seguro de viagem, é importante ter conhecimento das coberturas disponibilizadas. Verifique suas necessidades e as condições disponibilizadas pelo seguro, pois estar amparado é uma comodidade sem precedentes.

A importância da comunicação para a segurança

Dois momentos serão trazidos, o primeiro a necessidade de conexão via telefone e internet, o segundo a importância de se precaver verificando os contatos necessários para sua segurança.

No que diz respeito às viagens locais ou domésticas, mesmo com as restrições de coberturas de celular enfrentadas no país, o esperado é que não ocorram problemas insuperáveis, no que se refere à comunicação. Quanto aos contatos de atendimento e socorrimento, os canais oficiais são os mesmos em todo o território nacional não havendo impedimentos de acesso.

Nas viagens internacionais, deve-se ter um maior cuidado no quesito comunicação. Atualmente, essas questões são de mais fácil resolução, pois há empresas nacionais que oferecem planos de telefonia e internet para serem usados em viagens fora do país. Assim, consulte as operadoras que disponibilizam esse tipo de serviço, adequando-se à sua necessidade.

No segundo momento, em viagens domésticas ou internacionais, tenha em mãos todos os contatos necessários para que possa ser atendido num caso emergencial. 

Sugere-se, nas viagens internacionais, uma maior cautela em listar todas as informações possíveis no que diz respeito aos contatos úteis e indispensáveis. O primeiro da lista de contatos deve ser de representantes consulares ou embaixada do Brasil no local de destino. Em quaisquer situações extraordinárias deve ser solicitado o amparo dessas entidades.

De igual maneira, não deixe de ter em mãos os contatos do hotel, de empresas de transporte, os contatos de emergência e outros julgados necessários.

Como um exemplo corriqueiro, e para não falarmos de situações de extremo risco, imagine que você alugou um veículo fora do país. Por algum motivo esse veículo apresenta uma avaria e você precisa de uma forma de comunicação para resolução desse problema. Essa simples situação demonstra a importância de estar conectado e ter um contato adequado para resolução de problemas.

Interações sociais

E por falar em comunicação, uma das questões necessárias é a interlocução com pessoas durante as viagens. Parece algo inimaginável dizer ao viajante para ter cuidado em suas interações sociais. No entanto, é uma recomendação extremamente plausível e importante no que diz respeito a sua integridade.

LEIA TAMBÉM: Esteja seguro ao alugar imóveis para temporada

Uma das máximas de viagens é a busca pela cultura e pelo povo local. Porém, no que diz respeito à sua segurança, cabe-nos alertar sobre perigos reais nesses contatos.

É necessário todo o cuidado com golpistas e pessoas mal-intencionadas. Muitas situações são relatadas, nas quais os turistas são abordados por pessoas em diversos ambientes, via de regra sabedores da sua condição de viajante. Evite contatos nos quais você não tenha clareza das intenções das pessoas.

Outra questão muito comum, com especial relevância para as mulheres, está afeta ao turista que viaja sozinho. Quando você perceber qualquer anormalidade na conversação demonstre, mesmo que por simulação, que está aguardando outras pessoas ou que não está só.

Alguns conselhos simples são importantes, evite dizer que está viajando desacompanhado ou desacompanhada. Não revele para desconhecidos seu local de hospedagem. Também, não ande sozinho ou sozinha, em locais ou horários impróprios, cuidado com suas bebidas em locais públicos e não reaja a assaltos ou situações similares.  

LEIA TAMBÉM: Não caia no golpe do “Boa noite, Cinderela”!

Na verdade, tenha as atitudes de autoproteção normalmente adotadas em sua vida cotidiana.

No mais, curta a viagem!!!

Adote procedimentos que possam contribuir com sua tranquilidade.  Sua segurança, sempre em primeiro lugar. Divirta-se em suas viagens. Caso queira compartilhar suas experiências, de forma que a coluna possa contribuir para a segurança dos demais turistas, envie sua sugestão no nosso Instagram @portaluaiturismo .

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.