Conecte-se conosco

Matérias

Viagem de trem: desfrute de experiências incríveis

Enquanto o trem Rio-Minas não sai da estação, embarque em outras experiências incríveis, com paisagens deslumbrantes, carregadas de história e nostalgia.

Publicado

em

Ferrovia Curitiba - Morretes (Foto: Jorge Alberto Martinez Lopes/ Flickr)

Essa semana fomos surpreendidos pela notícia do trem turístico Rio-Minas que deve começar a circular em dezembro. Após 8 anos de espera, finalmente o trem sairá da estação. Com trajeto de 37km, a locomotiva percorrerá as cidades de Três Rios e Sapucaia no Rio de Janeiro e Leopoldina, Recreio, Volta Grande, Além Paraíba, Chiador, e Cataguases, em Minas Gerais.

Mas enquanto esse tem não sai, vamos conhecer outros passeios a bordo desse meio de transporte que nos leva a experiências mais calmas e de contemplação, obrigando a colocar o pé no freio e realmente curtir o momento. Além disso, é uma opção sustentável de viagem.

Trem Republicano liga Itu a Salto

Localizado no interior de São Paulo, o Trem Republicano liga Itu a Salto. E como tudo no Brasil parece andar um tanto devagar, foram necessários 15 anos de revitalização da ferrovia cujo papel foi bastante significativo na instauração da República no Brasil. Além disso, durante mais de 30 anos a ferrovia foi responsável por escoar, entre outras mercadorias, o café produzido na região.  

Contudo, os tempos do uso do trem para tais finalidades ficaram para trás. Atualmente ele é utilizado para o transporte de passageiros e se tornou um belo atrativo turístico. O trecho percorrido tem em torno de 7km e dura 40 minutos. Os passageiros revivem momentos históricos que marcaram o início da República no Brasil, passando por belas paisagens naturais.

LEIA TAMBÉM: Espírito Santo: do mar ao mar de morros

Além disso, ainda é possível escolher entre 3 vagões para realizar o passeio. O Boutique, que homenageia o cineasta Anselmo Duarte, de O Pagador de Promessas e natural de Salto e ainda possui espaço para levar pets.  E outros dois vagões turísticos, o Dona Olímpia e Prudente de Morais, que homenageiam personalidades que tiveram um papel importante no movimento republicano. Certamente, um passeio cultural e de contemplação em que você não sentirá o tempo passar.

Curitiba a Morretes

O passeio pela Serra do Mar Paranaense no trem que vai de Curitiba a Morretes é considerado um dos mais bonitos do Brasil e do mundo. O percurso tem duração de 3 a 4 horas em meio à maior área preservada de Mata Atlântica do país, passando por túneis, pontes, penhascos e cachoeiras de tirar o fôlego. Impossível não admirar as belas paisagens na descida pela Serra do Mar e se impressionar com a Garganta do Diabo ou o Pico Marumbi.

Trem da Serra do Mar (Foto: Marçal do Prado/ Flickr)

A experiência é narrada por um guia que conta a história e fatos curiosos sobre o trem e a ferrovia, proporcionando uma viagem à Roma Antiga e ao Brasil Império, relembrando a visita da Princesa Isabel à Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá em 1884.

LEIA TAMBÉM: E pra comer? O que a América Latina tem?

Morretes/ PR (Foto: Renato/ Flickr)

Ao chegar em Morretes, o visitante irá se deparar com uma pequena cidade super charmosa, cercada por montanhas e cachoeiras, com rios que a cortam, além de boa gastronomia. Não deixe de experimentar o tradicional Barreado e visitar o Parque Temático Hisgeopar. O parque conta a história do Paraná, por meio de uma grandiosa maquete em movimento e miniaturas de bonecos, engenhos, florestas, rios, montanhas e a famosa estrada de ferro.

Conhecendo a Patagônia no “La Trochita”

O expresso La Trochita proporciona um passeio turístico pela região da Patagônia Argentina. Essa relíquia centenária é um verdadeiro museu que te leva a um passeio histórico ao mesmo tempo que permite admirar o visual incrível da cordilheira, os lagos e rios da estepe, curtindo um chocolate quente, tornando a experiência memorável.

La Trochita/ Patagônia Argentina (Foto: Artur Schodzinski/ Flickr)

A experiência a bordo do La Trochita é ideal para ser realizada no fim do dia, contemplando as paisagens ao entardecer. A excursão pode ser feita com toda a família. Em uma das paradas, um jantar é servido com opções de carnes, mas há ainda opções para vegetarianos, veganos e celíacos na fazenda da Estação Perito Moreno. Guias locais acompanham os passageiros durante todo o percurso. São aproximadamente 43 quilômetros, até chegar à zona de Ojos de Agua. É possível passear por essa pequena cidade por cerca de uma hora, quando o trem parte novamente para Bariloche.

LEIA TAMBÉM: 11 de Setembro: quando a tragédia vira atração turística

Belmond Hiram Bingham te leva a Machu Picchu

O charmoso trem peruano recebeu esse nome em homenagem ao americano Hiram Bingham, que descobriu o caminho inca ao Machu Picchu, em 1911. O passeio no Belmond Hiram Bingham é considerado uma das melhores viagens de trem de luxo do mundo. Além de cumprir a função de levar ao destino, a rota do trem oferece as mais belas paisagens com serviço all inclusive.

Belmond Hiram Bingham (Foto: Craigs Travels/ Flickr)

Durante o percurso, em um ambiente com decoração minimalista dos anos 20, o passageiro curti música ao vivo, o melhor da gastronomia peruana, deliciosos drinks preparados com o autêntico pisco bem como ótimos rótulos de vinhos, servido por garçons.

LEIA TAMBÉM: Santos Dumont: a cidade por trás do pai da aviação

A viagem se inicia na cidade de Poroy, nos arredores de Cuzco e termina em Aguas Calientes. O bilhete do trem já inclui o ônibus e a entrada para Machu Picchu.

Machu Picchu/ Peru (Foto: Antonio Romei/ Flickr)

Enfim, essas são algumas opções mais próximas para curtir um passeio de trem, mas, ao redor do mundo possui muitas outras experiências tão incríveis quanto as descritas aqui. No mais, corre para não perder o trem!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.