Conecte-se conosco

Cultura e Turismo

“Mulher em Pauta”: a música colaborando com o turismo na Rota Jaguara

Não perca! O último espetáculo da temporada acontece amanhã (17), às 20h em Itabirito, com entrada franca.

Publicado

em

Mulher em Pauta (Foto: Ubiraney Silva)

Na semana passada eu escrevi sobre a Rota Turística Jaguara, o mais novo destino turístico organizado e disponível para o mercado em Minas Gerais. A Rota Jaguara abrange espaços rurais dos municípios de Rio Acima, Itabirito, Santa Bárbara e Ouro Preto, municípios que já trabalham o desenvolvimento da atividade turística, por meio de sua vinculação formal, com o Circuito Turístico do Ouro, uma instância de governança regional, que credencia estas cidades a participarem da política de regionalização do turismo no Brasil.

Como já disse várias vezes também, a atividade turística não se movimenta apenas pelas riquezas naturais, históricas e tradicionais, mas principalmente por meio do modo de vida das pessoas, dos seus hábitos, dos seus gostos, da forma como recebem suas visitas e como as comunidades interagem com o fluxo efetivo de turismo que é provocado por qualquer motivação.

Um dos mais fortes e seguros aliados desta movimentação, é a riqueza da produção cultural que é desenvolvida nestes municípios pela coragem ousada dos artistas e produtores culturais locais, que não medem esforços para serem vistos e garantirem seu espaço no cenário cultural brasileiro.

LEIA TAMBÉM: Descubra a Rota Jaguara em Minas Gerais

A própria Rota Jaguara, nos últimos anos, vem recebendo uma série de eventos culturais, esportivos, gastronômicos, que tem enriquecido fortemente os calendários da região e garantido um público aumentado em percentuais consideráveis, que naturalmente impactam positivamente a rede hoteleira regional, os setores de abastecimento e alimentação e por aí vai. É a mágica do aquecimento da economia local, motivados pela ousadia cultural e pelo ímpeto de participação do público, que se desloca travestido de turistas e isso é muito positivo para todos.

Mulher em Pauta na Rota Jaguara

Nesta semana especificamente, a Rota Jaguara está sendo palco para o espetáculo Cênico Musical “Mulher em Pauta”, que tem a produção totalmente regida por moradores de Itabirito e que traz na sua concepção, um espetáculo musical, que reúne e apresenta um repertório especial, com grandes compositores da música brasileira como Tom Jobim, Wilson Simonal, Pixinguinha, Ivan Lins, Neguinho da Beija Flor, Cazuza e tantos outros, que brilhantemente incluíram em suas obras, canções com letras singelas, sensíveis e muito bonitas, que foram batizadas como nomes de mulheres, como Luíza, Carolina, Beatriz, Negra Angela, Rosa, A Rita e muito mais.

O Show Mulher em Pauta já passou por Belo Horizonte, Barão de Cocais, Santa Bárbara e no próximo domingo chega a Itabirito, para mais uma apresentação.

Muita gente envolvida em um grande espetáculo

Sou suspeitíssimo para falar, mas como um dos artistas dessa trupe, posso garantir que é um espetáculo que enche os olhos, acalenta os ouvidos inesquecíveis com um repertório cuidadosamente arranjado e musicalmente, muito bem interpretado por mim e pela brilhante artista carioca, agora itabiritense de coração, Letícia Garcia.

Aliás, vale dizer que o Mulher em Pauta é um Show concebido pela mente produtiva da Professora e Pianista Maria da Graça Bastos dos Santos, que faz também a direção artística do espetáculo, Daniel Rodrigues da Silveira, que foi o arranjador, é o violonista da banda e ainda responde pela Direção Musical, além de Júlia Carvalho nos teclados e George Succar na percussão, dois talentos da nova geração de músicos de Itabirito.

Na produção executiva o competente José Carlos Oliveira e na assistência de produção, Luíza Lima, que trás todo o seu talento garantindo conforto, pontualidade e segurança aos artistas e ao público.

Vejam, que tanta gente envolvida, para um espetáculo musical, que é gratuitamente oferecido para o abastecimento do calendário cultural das cidades por onde passa e neste caso, de forma especial, pelos caminhos da Rota Turística Jaguara.

A música de qualidade, abastecendo o calendário turístico de um destino novo de Minas Gerais. Aí, estamos falando do turismo e da cultura cumprindo o seu papel econômico de gerar frentes de trabalho, ainda que alternativos e temporários, aquecer a economia dos municípios e movimentar a cadeia produtiva das localidades que recebem os espetáculos.

Mulher em Pauta e a contrapartida social

Importantíssimo dizer, que estas iniciativas culturais, se dão financiadas pela força propulsora da Lei Federal de Incentivo à Cultura e neste caso, recebendo o patrocínio da GSM Mineração, também do Grupo AVANTE, que cumpre o seu papel de empresa indutora de desenvolvimento social, incentivando a produção cultural local e regionalmente e ainda oferecendo condições para que as comunidades recebam formação cultural e ainda consigam participar de espetáculos relevantes musical e culturalmente falando.

Contrapartida social conduzida pelo músico e professor Daniel Rodrigues (Foto: Ubiraney Silva)

LEIA TAMBÉM: Produção cultural: fomento x inércia

Melhor de tudo, é que todo projeto financiado pela Lei Federal de Incentivo a Cultura, assume também um compromisso de oferecer às comunidades escolares das localidades contempladas como palco das atividades propostas, uma contrapartida social e no caso do Mulher em Pauta, a Contrapartida Social vem sendo conduzida pelo músico e professor Daniel Rodrigues que em cada município desenvolve uma oficina Musical com os alunos. As oficinas da contrapartida social falam sobre a ‘música” reconhecida como um patrimônio imaterial, e respeitada como identidade cultural brasileira.

Para uma maior interação com os alunos que recebem essa gama de informações, o professor destaca de forma especial o ritmo do Samba, que contagia a todos e de forma sensível Daniel Rodrigues destaca as figuras das mulheres pioneiras no início do Século XX, tais como “Tia Ciata, Clementina de Jesus, Dona Ivone Lara, Jovelina Pérola Negra”, que hoje figuram como ícones do samba em nosso país, constituindo uma riqueza imaterial e realmente merecedora do reconhecimento como Patrimônio Brasileiro.

O professor Daniel Rodrigues destaca de forma especial o ritmo do Samba (Foto: Ubiraney Silva)

Último espetáculo do ano

É empolgante atuar dos dois lados deste cenário turístico e cultural. No meu caso, participei ativamente do processo de estruturação da Rota Turística Jaguara, já que como geógrafo, tive a oportunidade de atuar no planejamento e gestão de todos os procedimentos até a consolidação da Rota Turística devidamente estruturada e agora, como cantor e musicista, que também sou, sigo na estrada oferecendo meu modesto talento abrilhantando com cultura os caminhos turísticos, mostrando que não dá pra ficar parado e que não podemos ficar aguardando a mágica acontecer.

O segredo é arregaçar as mangas, procurar parcerias consistentes e fazer a coisa acontecer.

Foto: divulgação/ Ubiraney Silva

Pra finalizar nossa conversa de hoje, reforço o convite para que assistam pessoalmente o último espetáculo desta temporada do Mulher em Pauta, que acontece amanhã, domingo, às 20 horas no Teatro da Casa de Cultura Maestro Dungas em Itabirito e com entrada franca.

Espero ver todos vocês por lá, combinado?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.