Conecte-se conosco

Cultura e Turismo

Sunset na Estância

Experimente uma tarde encantadora, acompanhado de um pique nique, espumante e um belo pôr do sol na Estância das Oliveiras em Viamão (RS).

Publicado

em

Estância das Oliveiras em Viamão/ RS (Foto: Acervo Uai Turismo)

Ainda sobre nossa viagem de férias e diversão com uma imersão na gestão do turismo, que tivemos a oportunidade de participar no início do mês de novembro, é fundamental destacar a visita que fizemos a um dos mais belos equipamentos de lazer, gastronomia, turismo e aprendizado, que foi a visita à Estância das Oliveiras, na zona rural do município de Viamão no Rio Grande do Sul.

Um lugar que impressiona pelo seu tamanho, sua beleza e pela qualidade dos serviços que são oferecidos aos visitantes e consumidores.

Nosso grupo chegou ao local na segunda metade de uma tarde fria de sábado, com um ventinho gelado, que contrastava com o brilho forte do sol, que nos ajudava a suportar com tranquilidade uma visitação dinâmica aos ambientes tão acolhedores do local.

Pudemos desfrutar um pouco do aconchego da enorme lareira na Estância das Oliveiras em Viamão/ RS (Foto: Ubiraney Silva)

LEIA TAMBÉM: Encontrando Villa Lobos no Vale dos Vinhedos

Após recebermos uma gama enorme de informações sobre o equipamento, pudemos desfrutar um pouco do aconchego de uma enorme lareira, conversando despretensiosamente sobre como aproveitaríamos ao máximo nossos momentos naquele lugar.

Visita guiada ao olival

Fomos convidados para uma visita guiada ao olival, acompanhados de uma profissional ímpar, que nos esclareceu como é feito o manejo das olivas. Vivenciamos também a curiosa experiência terroir, a beira de uma trincheira escavada bem ao meio dos olivais, ficando fácil a visualização das diferentes camadas e composições do solo.

Trincheira escavada bem ao meio dos olivais (Foto: Acervo Uai Turismo)

Apesar de geógrafo e já ter pela pedologia, estudado a composição dos solos, pois é nesta disciplina que estudamos a origem, a morfologia e a classificação dos solos, nunca imaginei, que isto poderia influenciar a produção de azeites e torná-los até premiados.

Seguimos guiados para uma visitação no Lagar e claro que perguntei do que se tratava e fui informado, que era a área externa da agroindústria de extração de Azeite Extra Virgem. É muito interessante conhecer estes aspectos mais íntimos dos produtos que são gerados no turismo.

Não se trata apenas de degustar, sentir os sabores e aromas e partir para o consumo do que mais te agradou, mas entender e valorizar toda a importância dos estudos, da dedicação, das pesquisas, experimentos, valores culturais e muito mais, que são entregues na elaboração de produtos com tamanha qualidade.

Estância das Oliveira, que tem premiação internacional e faz jus a este título (Fotos: Ubiraney Silva)

Mas de fato, tivemos também após a curiosa visita aos espaços da fábrica, aonde vimos todas as fases técnicas da transformação em produtos de qualidade, tivemos, claro, a degustação do azeite extravirgem da Estância das Oliveira, que tem premiação internacional e faz jus a este título, dada sua leveza, sabor e performance comercial.

Mais que uma degustação, uma verdadeira experiência

Vale dizer, que o momento da degustação, fica ainda mais saboroso, diante da imersão a um ritual narrado, instrutivo, sensorial e muito interessante, principalmente porque é aí que percebemos como consumimos produtos ruins no nosso dia a dia!

Depois, ao som de um violino muito bem tocado acompanhando a performance criteriosa de um DJ, com um “play list” muito bem construída, atravessando a suntuosa varanda do casarão principal da Estância, fomos convidados a participar de um magnífico e pitoresco pique nique, para o qual optamos e recebemos duas cestas de guloseimas, com produtos de altíssima qualidade e fomos conduzidos a um cenário cinematográfico, em um gramado dos mais bem tratados que já vi.

Pique nique entre amigos, degustando um espumante da adega da casa principal, contemplando o pôr do sol (Foto: Ubiraney Silva)

Foi neste cenário, que experimentando todos aqueles sabores, conversando entre amigos e degustando um espumante muito bem escolhido na adega da casa principal, presenciamos um lindo pôr do sol, que acontece normal e naturalmente todos os dias, mas raramente paramos para apreciar esta riqueza de movimento da terra, que a natureza nos oferece e que só assim, em lugares especiais e na categoria de “turistas”, é que paramos para apreciar.

É por isso, que defendo tanto os atributos naturais como os principais elementos de sensibilização para a prática do turismo sustentável, o turismo de contemplação, usando apenas o que já é nosso e basta sabermos usar e potencializar.

Estância das Oliveiras em Viamão/ RS (Foto: Ubiraney Silva)

Confesso, que a muitos anos não me aventurava em um pique nique, mas ao abrir as cestas, deparamos com toalhas, tábuas e utensílios necessários e que nos deram muito conforto para aproveitar aqueles momentos tão especiais.

LEIA TAMBÉM: A instigante visita a um templo da cutelaria no Caminhos de Pedra

O bom é que além de tantas gostosuras, tínhamos disponíveis, saquinhos plásticos para acomodar o lixo que geramos e o melhor, para levar os alimentos que não conseguimos consumir, afinal, eram cestas muito bem recheadas! Aliás, é uma experiência que recomendo, sem medo de errar!

Estância das Oliveiras, um sonho que virou realidade

A iniciativa de estabelecer a Estância das Oliveiras, foi da família Goelzer, hoje uma Fazenda de Turismo e Eventos em Viamão, no Rio Grande do Sul! Alguns membros da família e atuais gestores, sempre circulam por entre os visitantes e turistas e ressaltam, que este “é um sonho realizado e finalmente colocado em prática”!

Para muitos, que se cadastram como membros da Estância, estar por ali se equipara a participar de uma confraria de amigos, que comemoram a vida e louvam a sua simplicidade! Segundo um dos gestores atuais, a “Simplicidade é a raiz daquele lugar”!

Estância das Oliveiras em Viamão/ RS (Foto: Ubiraney Silva)

Pra nossa sorte, visitamos a Estância das Oliveiras em um bom momento. Soubemos, que a safra de azeites de oliva em 2023, já vem conquistando prêmios importantes e mundiais de Azeites de Oliva. Só em 2023 já foram conquistados 74 prêmios nas mais diversas competições mundiais do setor.

Pois é, estas são as riquezas do Brasil, arte, cultura, raízes, tradições, talento, trabalho, competência, perseverança e investimentos financeiros e intelectuais, garantem ao mercado turístico, verdadeiras pérolas como esta que visitamos neste período de imersão para estudos e muito aprendizado no âmbito da gestão turística.

Estando no Rio Grande do Sul, não deixem de fazer uma visitinha a Viamão e a Estância das Oliveiras (Foto: Ubiraney Silva)

Não me preocupei em passar os serviços da Estância das Oliveiras, mas fiz questão de relatar o encantamento e os bons momentos que este equipamento turístico me proporcionou como turista e é por isso, que fico muito à vontade para recomendá-lo a todos vocês.

Estando no Rio Grande do Sul, não deixem de fazer uma visitinha a Viamão e a Estância das Oliveiras. Aproveitem bastante por lá, depois……. me contem tudo!

Até a próxima!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.